Signos de la piel atópica

Conhece o círculo vicioso da dermatite atópica?

A dermatite atópica (DA), um problema com sintomas disruptivos que decorre com um círculo vicioso.

A DA parte de uma alteração na função barreira da pele, com uma barreira desestruturada ou alterada e uma deficiência imunológica, que a torna mais vulnerável face à possível entrada de alérgenios e patógenios.

A pele atópica é uma pele seca, pois a sua estrutura deficiente faz com que perca água com mais facilidade. A secura conduz ao prurido e a lesões na pele por coçar. As zonas da pele inflamadas ou lesionadas, com eczema atópico, podem permitir um incremento da adesão e proliferação de bactérias (Staphylococcus aureus), que por vezes podem conduzir a complicações, como o risco de sobreinfeção microbiana.

Beneficios de Nutratopic Pro-AMP

Descubra o círculo virtuoso de Nutratopic Pro-AMP

Nutratopic Pro-AMP combate todos os sinais, quebrando o círculo

Graças à sua formulação com ingredientes ativos específicos, Nutratopic Pro-AMP é uma solução integral para a DA, combatendo de maneira eficaz todos os seus sinais, quebrando o círculo.

Com uma dupla proteção ativa, atua restaurando a barreira cutânea, reforçando a camada lipídica e o sistema imunitário de defesa da pele, graças à sua formulação com L-isoleucina (Pro-AMP).

Hidrata em profundidade e alivia o prurido, evitando assim a consequente descamação, ajuda a reduzir a inflamação e inibe o risco de adesão bacteriana, devido à sua formulação com Niacinamida e Rhamnosoft.


A ação Pro-AMP em toda a gama Nutratopic

Acctión Nutratopic Pro-AMP

Todos os produtos da linha Nutratopic Pro-AMP foram formulados com uma combinação de ingredientes ativos específicos que melhoram os sinais associados às manifestações da DA: prurido, vermelhidão, descamação, reatividade e secura. Com uma eficácia e tolerância demonstradas, dado que foram testados pediátrica e dermatologicamente. Sem conservantes, sem perfumes nem corantes.

Incrementa a 1.ª linha de defesa da pele

L-isoleucina (Pro-AMPs) Na DA, o prurido e as lesões provocadas por coçar aumentam a inflamação, que causa a supressão da produção de péptidos antimicrobianos (AMPs). A L-isoleucina estimula a produção destes péptidos, que representam a primeira linha de defesa da pele.

Alivia o prurido; reforça a atividade anti-inflamatória

Polidocanol, Niacinamida A DA cursa com um círculo vicioso que se pode agravar pelo coçar. É muito importante atuar para travar o prurido e evitar coçar. Além disso, é importante reforçar a atividade anti-inflamatória.

Restaura a barreira protetora

Ómega 6, Manteiga de Karité e Glicerina Proporcionam a emoliência necessária, uma combinação de hidratação e proteção, reforçando a camada lipídica.

Inibe o risco de sobreinfeção e adesão bacteriana

Entre 80 a 90% dos doentes com DA apresentam uma colonização da pele por Staphylococcus aureus. A gravidade do eczema atópico está correlacionada com a colonização bacteriana. A ação do Rhamnosoft reforça a atividade anti-inflamatória e o efeito inibidor da adesão bacteriana.

Ação Pro-AMP Reforço proativo do sistema imunitário de defesa cutâneo

Proporciona dupla proteção ativa do sistema de defesa cutâneo

1- Reforça o sistema imunitário da pele graças à L-isoleucina, incrementando a produção de péptidos antimicrobianos (AMPs).

2- Inibe o risco de adesão bacteriana devido ao seu conteúdo em Rhamnosoft.

O que são os AMPs e como atuam?

Os péptidos antimicrobianos (AMPs) são componentes essenciais do sistema imunitário inato da pele, tendo uma potente atividade antimicrobiana e antiviral. Na DA, os AMPs diminuem, tornando a pele mais vulnerável a possíveis infeções.

A ação da L-isoleucina: Pro-AMP

A L-isoleucina é uma aminoácido essencial que estimula a síntese e produção de AMPs, reforçando o sistema imunitário inato de defesa da pele.

A importância dos AMPs e a função barreira na Dermatite Atópica

“Podemos ver a pele atópica como uma parede defeituosa, à qual devemos proporcionar tudo o que faz falta à pele atópica ou em que é deficitária: péptidos antimicrobianos (…)” Dermatologista. Diretora Clínica de Dermatologia Hospital de la Santa Creu i Sant Pau

“A expressão ou ativação dos péptidos antimicrobianos é essencial na capacidade da pele para resistir à infeção bacteriana em doentes com dermatite atópica que têm uma barreira antimicrobiana defeituosa”. Peter Elias, MD - Dermatologista. Universidade da Califórnia em São Francisco Doutorado em medicina especializado na função barreira. Criador do conceito “brick & mortar” do estrato córneo, que exemplifica o funcionamento e a estrutura da epiderme como camada protetora da pele.


Recibe las últimas novedades

Receba as últimas novidades

Aceda a múltiplos conteúdos com interesse: novos produtos, eventos, passatempos… Não perca!

Ao clicar em Registe-se confirma que leu e aceita os termos e condições do aviso legal.. Lembre-se, que a qualquer momento, poderá anular o seu registo.

www.isdin.com Utiliza cookies propias y de terceros para su funcionamiento, para mantener la sesión y personalizar la experiencia del usuario, así como para obtener estadísticas anónimas de uso de la web. Para más información sobre las cookies utilizadas consulta nuestra POLÍTICA DE COOKIES